Um grande passo na reparação aos trabalhadores expostos ao amianto

Por Mauro Menezes & Advogados - Assessoria de Imprensa ∙ 27 de setembro de 2019

Iniciativa da Associação Brasileira de Expostos ao Amianto (ABREA) e do Ministério Público do Trabalho levou ao município de São José da Lapa/MG unidade móvel do Hospital do Câncer de Barretos para realização de exames capazes de rastrear doenças relacionadas ao amianto em mais de 200 trabalhadores da Precon de Pedro Leopoldo/MG.  

Com o auxílio do equipamento será possível diagnosticar um tipo raro e gravíssimo de câncer, o mesotelioma. A doença acomete membranas que revestem órgãos do sistema respiratório -como o pulmão – e pode demorar até 40 anos para se manifestar.

Os médicos estimam que os resultados finais dos exames serão preocupantes, já que cinco casos foram confirmados no município mineiro, que conta com uma população que não chega a 70 mil habitantes. Atualmente, a mesotelioma afeta uma pessoa a cada milhão, em todo o mundo.

Hugo Fonseca, Advogado da Unidade São Paulo do Escritório Mauro Menezes & Advogados, foi um dos responsáveis pela conquista. Ele viajou até Minas Gerais para acompanhar o atendimento aos trabalhadores. Érica Coutinho, Coordenadora da Unidade São Paulo, e Fernanda Giannasi, uma das principais lideranças pelo banimento do amianto no Brasil e atualmente Consultora na área de Saúde, Trabalho e Meio Ambiente do Escritório Mauro Menezes & Advogados também contribuíram para a realização do mutirão.

O Escritório Mauro Menezes & Advogados, representante da ABREA, cumprimenta a iniciativa que certamente dará visibilidade às vítimas.